Sunday, March 14, 2010

O haiku pela mão de Leonilda

Pintura de Takae Nitahara

Há pouco tempo conheci um dos mais notáveis géneros poéticos da literatura universal: o haiku! Apresenta-se sob a forma de expressão breve e concisa. É um momento captado por palavras... num respirar em uníssono com a natureza, como refere Leonilda Cavaco Alfarrobinha, no seu livro O Respirar das Flores.
.
o brilho das flores
sobre a mesa de trabalho -
livro iluminado
.
Leonilda Cavaco Alfarrobinha





6 comments:

Wanderley Elian Lima said...

Olá Isabel
Obrigado pela visita ao meu blog e pelo comentário carinhoso. Quando puder volte, vou gostar muito.
Obs: estou te seguindo
Beijos

T@CITO/XANADU said...

Obrigado por visitar e comentar em Xanadu/poesias.
Também gostei de seus poemas à sombra da luz.

Abraços
Tácito

PS - Estarei te seguindo.

Alexandra said...

"Ao acordar sorri
se não tens para quem
tenta o horizonte"
Verdadeiramente fantástica a poesia haiku. Mais uma grande Colega.
Obrigada a ambas.
Beijos
Alexandra

Isabel said...

Wanderley, que agradável surpresa! Eu também o seguirei.

Saudações,
Isabel

Isabel said...

Tácito, agradeço o seu comentário. Eu também gosto do que escreve!

Saudações,
Isabel

Isabel said...

Alexandra,
Gostaria também de retribuir as suas visitas, mas o seu perfil não está partilhado.

Beijo
Isabel